quarta-feira, abril 04, 2012

FRAMAS

FRAMAS 1981-1990


Paper with continuous text :

CORREIOSETELECOMUNICAÇÕESDEPORTUGAL


Machine numbers
1981
001 - Portimão
002 - Lisboa – terreiro do paço
003 - Faro
004 - Lisboa – santa marta
005 - Vila Real Santo António
006 - Albufeira
007 - Lagos

1985
008 - Lisboa – Aeroporto

1986
009 - Funchal

1987
010 - Lisboa – restauradores


1st. paper with 18 lines - 1981
Printing: letterpress
Colour: light grey-blue




2nd. paper with 17 lines - 1983
Printing: letterpress
Colour: dull ultramarine




3rd. paper with 19 lines - 1985
Printing: halftone gravure process
Colour: dull violet-ultramarine





Valores entre 000.5 – 999.5
Frama de teste – 000.0


1981 - 7$ 8$50 27$ 33$50
1982 - 9$ 10$
1983 - 12$50 30$ 37$50
1984 - 16$ 40$ 51$
1985 - 20$ 46$ 60$
1986 - 22$50 52$50 68$50
1987 - 25$ 57$ 74$50
1988 - 27$ 60$ 80$
1989 - 29$ 60$ 87$
1990 - 32$ 60$ 95$


Nos serviços de filatelia dos CTT existiu uma máquina para fornecer os Filatelistas que não podiam deslocar-se ao local onde as máquinas estavam colocadas, onde estas serviam o público.

Face a esta situação aparecem quase todos os valores e nos três papeis que circularam durante o período de existência das máquinas. No entanto uns valores são mais raros que outros.

2 comentários:

Fringosa disse...

" No entanto uns valores são mais raros que outros."

Peço desculpa pela impertinencia, mas como é possível haver valores raros, quando fabricados pelos serviços filatélicos?
Meu caro: Raridades fabricadas é conto do vigário. Aquelas, que se encontram ocasionalmente nas máquinas, essas sim, podem por todos ser consideradas raridades.

Cumprimentos
Francisco dos Santos

Vítor Vieira disse...

Ponho uma questão , sabendo que havia uma Máquina nos serviços de Filatelia para satisfazer encomendas , em que se imprimia qualquer valor e com o nº de Máquina a pedido. É Possível comparar analizando tonalidades , espessura da impressão...uma etiqueta produzida na Filatelia com uma etiqueta tirada em uma das 10 Máquinas pelo cliente comum ? Há diferenças na impressão ?